Tartaruga Ocadia Sinensis

Morfologia: As crias possuem uma carapaça com uma coloração que vai do castanho claro ao esverdeado em alguns casos, com as vértebras pronunciadas no centro da carapaça, com três riscas que vão do laranja a amarelo na carapaça sendo uma delas directamente nas vértebras. Com o passar dos anos a sua carapaça vai escurecendo e a coloração das riscas laterais vai desaparecendo, mas a risca central fica sempre ligeiramente visível.
O plastrão é amarelo claro com uma mancha negra ou castanho escura em cada escudo, sendo o tamanho de cada mancha diferente consoante o exemplar.

A cabeça tem uma coloração cinza esverdeada com muitas riscas que vão desde o amarelo ao verde que percorrem todo o pescoço ate a ponta da cabeça.

A sua cauda é maior que a maioria das outras espécies de tartarugas e as sua patas traseiras são muito espalmadas para poder nadar bem.


Diferenças nos sexos: Os machos da Ocadia sinensis tem a abertura da cloaca mais afastada da carapaça do que as fêmeas, tem o plastrão um pouco convexo e tem um tamanho inferior as fêmeas.


Tamanho: pode chegar aos 24 cm, mas o habitual é que chegem ate aos 20cm sendo os machos ligeiramente mais pequenos.Distribuição:é uma espécie que habita o sudoeste da China, Taiwan e Vietname.


Habitat: Vive em pântanos, lagos, rios de corrente lenta, gostam muito de zonas tranquilas e com muita vegetação submersa onde se possam esconder.


Manutenção: O aquário deve ter pelo menos uns 80cm de profundidade para exemplares adultos, e devem ter uma grande área aquática para poderem nadar, devem ter um bom numero de plantas aquáticas submersas e algumas plantas de superfície para elas se poderem esconder no aquário, mas tendo em conta que podem ser comidas pelas tartarugas por isso também podem optar por plantas de plástico que façam o mesmo efeito. A água deve ser mantida nos 24ºC e deve ter um bom filtro para manter a agua sempre limpa. Podem ter uma zona terrestre no aquário com 30cm de profundidade de com um substrato que ajude a manter a humidade e com vários esconderijos feitos com troncoS ou plantas. Deve ter também algumas plantas para ajudar na manutenção da humidade e na rampa de saída da água deve ser colocada uma lâmpada UVB e se necessária uma lâmpada de aquecimento para a tartaruga poder apanhar os raios UVB necessários. Durante os meses de Abril a Setembro enquanto as temperaturas estão altas podem ser mantidas em lagos exteriores, é recomendado que tenha algumas plantas de superfícies e submersas para a tartaruga se esconder.
Alguns criadores mantém esta espécie de tartaruga no exterior durante o ano todo chegando mesmo a tartaruga a hibernar mas isto não é muito recomendado em zonas em que as temperaturas fiquem muito baixas, e mesmo em sítios em que as temperaturas não baixem muito se quisermos colocar as tartarugas em hibernação deve se verificar regularmente o seu estado de saúde para evitar desgraças.


Alimentação:Esta espécie em liberdade tem habitos herbívoros, mas também pode-se alimentar de animais vivos e carcaças.
Em cativeiro podemo-las alimenta-la com vários vegetais, peixes, caracóis, e aceitam muito bem os vários tipos de ração existentes.
Esta espécie é como todas as outras tartarugas em que se deve ter uma alimentação o mais variada possível.


Comportamento: Esta espécie passa muitas horas a apanhar banhos de sol. Em cativeiro podem ser um pouco assustadiças ao principio, mas habituam-se a nos muito facilmente. Podem conviver com outras espécies, mas deve ser ter cuidado com esta espécie e vigia-la frequentemente pois ganham fungos muito frequentemente principalmente quando as condições não são as melhores contaminando as outras tartarugas.


Reprodução: Existem relatos da sua Reprodução em cativeiro bem sucedida a fêmea põem os ovos numa zona de terra seca, o mais afastado da agua possível. Devem-se retirar os ovos com muito cuidado e sem os rodar e colocá-los numa incubadora.
Em cada postura são colocados entre 3 a 8 ovos que incubados a mais ou menos 28ºC deveram levar uns 60 dias a nascer.
Problemas: Esta espécie veio em substituição da tartaruga de orelhas vermelhas (Trachemys scripta elegans) devido a sua beleza, mas isto traz problemas pois devido a sua grande procura muitas vezes vêem com problemas de saúde e fungos, por isso é sempre aconselhado a que seja feito um período de quarentena a tartaruga.

Não se aconselha a mistura de tartarugas originárias de continentes diferentes pois existem algumas doenças que se podem transmitir entre espécies, e as espécies de outros continentes não estão preparadas para essas doenças.
No seu habitat esta ameaçada devido a sua grande captura para fins culinários.

12,00 €