Vectra Felis

Esgotado

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Vectra Felis 423 mg/42,3 mg solução para unção punctiforme para gatos 

COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Substância(s) ativa(s): Cada aplicador para unção punctiforme de 0,9 ml oferece: Dinotefurano ...................... 423 mg Piriproxifeno ..................... 42,3 mg Para a lista completa de excipientes, ver secção 6.1. 

FORMA FARMACÊUTICA Solução para unção punctiforme. Solução incolor a amarelo pálido. 

INFORMAÇÕES CLÍNICAS 

Espécie(s)-alvo Felinos (Gatos). 

Indicações de utilização, especificando as espécies-alvo Tratamento e prevenção de infestações por pulgas (Ctenocephalides felis) em gatos. Uma aplicação previne a infestação por pulgas durante um mês. Também previne a multiplicação de pulgas inibindo a emergência de pulgas no ambiente do gato durante três meses. O medicamento veterinário pode ser administrado como parte de uma estratégia de tratamento da dermatite alérgica à picada de pulgas (DAPP) em gatos. 

Contraindicações Não administrar em gatos ou gatinhos com peso inferior a 0,6 kg. Não administrar em caso de hipersensibilidade a alguma das substâncias ativas ou a algum dos excipientes. 

Advertências especiais para cada espécie-alvo Todos os gatos do lar doméstico devem ser tratados. Os cães do lar doméstico só devem ser tratados com um medicamento veterinário autorizado para administração nessa espécie-alvo. As pulgas podem infestar o cesto do gato, roupas de cama e áreas de descanso habituais, tais como tapetes e o mobiliário com têxteis. Em caso de infestação maciça por pulgas e10 aquando do início da aplicação das medidas de controlo, estas áreas devem ser tratadas com um inseticida apropriado e, em seguida, aspiradas regularmente. 

Precauções especiais de utilização Precauções especiais para utilização em animais A segurança do medicamento veterinário não foi estabelecida em gatos com menos de 7 semanas ou com peso inferior a 0,6 kg. Devem ser tomadas precauções para aplicar a dose numa zona que o animal não consiga lamber (ver seção 4.9), e assegurar que os animais não lambam outros animais imediatamente após o tratamento. Devem ser tomadas precauções para assegurar que o conteúdo do aplicador para unção punctiforme, ou a dose aplicada, não entre em contato com os olhos do gato a ser tratado e/ou de qualquer outro animal. Não foram realizados estudos em gatos doentes ou convalescentes, pelo que este medicamento veterinário deve ser administrado apenas em conformidade com a avaliação benefício-risco realizada pelo médico veterinário responsável. Não foi avaliado o impacto da lavagem com champô sobre a eficácia do medicamento veterinário. Precauções especiais a adotar pela pessoa que administra o medicamento aos animais Lavar bem as mãos e imediatamente após a administração. Este medicamento veterinário é irritante para os olhos e pele. Evitar o contacto com a pele, olhos ou boca. Em caso de derrame acidental na pele, lavar imediatamente com água e sabão. Se o medicamento veterinário contactar acidentalmente com os olhos, estes devem ser bem lavados com água. Se a irritação da pele ou ocular persistirem, ou se o medicamento veterinário for ingerido acidentalmente, dirija-se imediatamente a um médico e mostre-lhe o folheto informativo ou o rótulo. As pessoas com hipersensibilidade conhecida ao dinotefurano, piriproxifeno ou dimetilsulfóxido, devem evitar o contacto com o medicamento veterinário. Os animais tratados não devem ser manipulados por pelo menos oito horas após a administração do medicamento veterinário. Portanto, recomenda-se o tratamento do animal à noite. No dia do tratamento, os gatos tratados não devem ser autorizados a dormir com os seus donos, especialmente crianças. Os aplicadores utilizados devem ser eliminados de imediato e não deixados à vista e ao alcance das crianças. 

Reações adversas (frequência e gravidade) Podem ocorrer efeitos cosméticos transitórios, como aparência molhada e resíduos secos esbranquiçados no local da aplicação, podendo persistir até 7 dias; no entanto, estes efeitos não são geralmente percetíveis após 48 horas. Estas alterações não afetam a segurança ou a eficácia do medicamento veterinário. Em casos raros, pode ser observada uma ligeira descamação, eritema transitório e alopecia, que desaparecem habitualmente de forma espontânea sem tratamento. A frequência dos eventos adversos é definida utilizando a seguinte convenção: - Muito comum (mais de 1 em 10 animais apresentando evento(s) adverso(s) durante o decurso de um tratamento) - Comum (mais de 1 mas menos de 10 animais em 100 animais) - Pouco frequentes (mais de 1 mas menos de 10 animais em 1.000 animais) 4 - Raros (mais de 1 mas menos de 10 animais em 10.000 animais) - Muito rara (menos de 1 animal em 10.000 animais, incluindo relatos isolados) 

Utilização durante a gestação, a lactação ou a postura de ovos A segurança do medicamento veterinário não foi determinada durante a gestação e lactação em gatas adultas. A administração do medicamento veterinário em gatas gestantes ou lactantes deve, portanto, ser baseada numa avaliação benefício-risco realizada pelo médico veterinário responsável. Os estudos de laboratório com cada um dos componentes, dinotefurano ou piriproxifeno, efetuados em ratos e coelhos, não revelaram qualquer evidência de efeitos maternotóxicos, teratogénicos ou fetotóxicos. Em ratos, foi demostrado que o dinotefurano atravessa a barreira sangue-leite e é excretado no leite. 

Interações medicamentosas e outras formas de interação Desconhecidas. 4.9 Posologia e via de administração Dosagem A dose mínima recomendada é de 42,3 mg de dinotefurano/kg de peso corporal e de 4,23 mg de piriproxifeno/kg de peso corporal. A dose de tratamento varia entre 42,3 e 705 mg de dinotefurano/kg de peso corporal (p.c.) e entre 4,23 e 70,5 mg de piriproxifeno/kg de peso corporal (p.c.) para gatos entre 0,6 kg e 10 kg de peso corporal. Modo e via de administração Unção punctiforme. Devem ser tomadas precauções para aplicar o medicamento veterinário somente na pele intacta.

Como aplicar: Retirar o aplicador para unção punctiforme da embalagem. Passo 1: Segurar o aplicador na posição vertical, colocando os dedos por baixo do disco maior, como indicado. 

Passo 2: Com a outra mão, pressionar para baixo sobre o disco menor até que os dois discos se unam uniformemente. Isto irá perfurar o selo. 5 

Passo 3: O gato deve estar em pé ou numa posição confortável para uma aplicação mais fácil. Na base da nuca do gato, afastar o pelo até a pele estar visível. Aplicar o medicamento veterinário lentamente com a ponta do aplicador sobre a pele. Evitar a aplicação superficial no pelo do gato. Esquema de tratamento: Após uma única administração, o medicamento veterinário irá prevenir a infestação por pulgas por um mês e prevenir a multiplicação de pulgas inibindo a emergência de pulgas no ambiente do gato durante três meses. A necessidade de repetir o tratamento em gatos com probabilidade de serem reinfestados, e o intervalo de tempo entre esses tratamentos, deve ter por base a avaliação do médico veterinário responsável. 

Sobredosagem (sintomas, procedimentos de emergência, antídotos), (se necessário) Além de edema transitório ou pele seca no local de aplicação, não foram observadas reações adversas em gatinhos saudáveis com a idade de 7 semanas ou mais, tratados topicamente sete vezes em intervalos de duas semanas e com até quatro vezes a dose recomendada mais elevada. Após a ingestão acidental do medicamento veterinário, podem ocorrer reações transitórias como salivação, fezes alteradas e vómitos, porém estes sinais devem desaparecer sem tratamento em 4 horas. 

Intervalo(s) de segurança Não aplicável. 

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS Grupo farmacoterapêutico: Antiparasitários, inseticidas e repelentes, outros ectoparasiticidas para administração tópica, combinações de permetrina Código ATCvet: QP53AX73. 

Propriedades farmacodinâmicas O dinotefurano é um inseticida. A sua estrutura é derivada do neurotransmissor acetilcolina e atua sobre os recetores nicotínicos da acetilcolina na sinapse nervosa dos insetos. Uma vez ligado a estes recetores, a ação agonista total de impulsos excitatórios repetidos, mata o inseto. Os insetos não têm de ingerir o dinotefurano, mata por contato. O dinotefurano tem uma baixa afinidade para os locais do recetor de acetilcolina dos mamíferos. As pulgas são mortas pelo dinotefurano no intervalo de 2 horas após o tratamento ou infestação. O piriproxifeno é um regulador do crescimento dos insetos (RCI) fotoestável. Atua mediante contato, imitando a hormona juvenil, que regula a muda de insetos de um estádio de desenvolvimento para o outro. O piriproxifeno interrompe o ciclo de vida das pulgas tanto por induzir a oviposição prematura, como também suprimir a deposição de vitelo nos ovos de pulga, levando à produção de ovos estéreis. O piriproxifeno também bloqueia o desenvolvimento de estádios juvenis (larvas e pupas precoces (pré- pupas)) na sua emergência em adultos. Isto previne a infestação do animal tratado a partir no seu ambiente. 

Propriedades farmacocinéticas Após a aplicação tópica, a duas substâncias ativas distribuem-se rapidamente pela superfície corporal do animal no primeiro dia, sendo ainda mensuráveis em diferentes zonas do pelo um mês após o tratamento. O dinotefurano e o piriproxifeno são parcialmente absorvidos pela pele do gato (30% e 12%, respetivamente), mas esta absorção sistémica não é relevante para a eficácia clínica do medicamento veterinário. Nas espécies animais de laboratório, após administração intraperitoneal, o dinotefurano é rapidamente eliminado, sob a forma do composto original inalterado, principalmente pela urina. Após administração oral, o piriproxifeno é rapidamente metabolizado, principalmente por hidroxilação, e eliminado principalmente nas fezes e, em menor extensão, na urina. Impacto ambiental Vectra Felis não deve ser eliminado nos cursos de água, porque pode constituir perigo para peixes e outros organismos aquáticos. Não contaminar fontes, poços ou cursos de água com o medicamento veterinário ou com embalagens utilizadas. 

INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS 

Lista de excipientes Dimetilsulfóxido 

Incompatibilidades Desconhecidas. Não misturar com qualquer outro medicamento veterinário e não aplicar em simultâneo com qualquer outro medicamento veterinário, ao mesmo tempo e no mesmo local. 6.3 Prazo de validade Prazo de validade do medicamento veterinário tal como embalado para venda: 3 anos. Prazo de validade após a primeira abertura do acondicionamento primário: aplicar imediatamente. 

Precauções especiais de conservação Este medicamento veterinário não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação. 

Natureza e composição do acondicionamento primário Aplicador para unção punctiforme, composto por um complexo multicamadas de alumínio e polietileno (PE), com cabeça em PEAD, selado na parte superior por um complexo de revestimento (alumínio/poliéster/camada PE selável). Apresentações: Caixa de cartão de 1, 3, 6, 12 ou 72 aplicadores para unção punctiforme. É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Precauções especiais para a eliminação de medicamentos veterinários não utilizados ou de desperdícios derivados da utilização desses medicamentos O medicamento veterinário não utilizado ou os seus desperdícios devem ser eliminados de acordo com os requisitos nacionais. Vectra Felis não deve ser eliminado nos cursos de água, porque pode constituir perigo para peixes e outros organismos aquáticos. Não contaminar fontes, poços ou cursos de água com o medicamento veterinário ou com embalagens utilizadas. 

Escolha uma variante:

A partir de 5,75 €